Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

CRIPTA




CRIPTA

É a literatura que poetiza a vida
O mundo fica mais surreal do que deveria
Na fantasia sobrepujamos as dores
Sendo autores de nossa própria estrutura

Nada faz sonhar tanto
Canto que nos faz viajar
Em mil mares a pena se consagra
Herói de mil sagas

Arsene e Odisseu
Sigurd e Orfeu
Chorando a morte de Eurídice
Ou dominando o templo de Zeus

A tudo no transubstancia a letra bem escrita
Livro é leve cripta de evolução mental

AROLDO FILHO

domingo, 16 de setembro de 2012

EMPREENDEDORISMO EM PACOTI


Sou filho de dois grandes exemplos, de educação e empreendedorismo:

Rosimar Brito: 1ª historiadora profissional de Pacoti. Criadora do festival de quadrilhas de Pacoti. Foi vice diretora na escola Menezes Pimentel. Foi diretora de cultura. Criadora do Arquivo Municipal de Pacoti José Audísio de Sousa, da Associação Cultural SEMPRE e da Exposição Histórica Pacoti: Uma História em documentos. Ganhou medalha de Mérito Legislativo em 2004.
 
E Aroldo: caminhoneiro que viajou por vários Estados, carregando chuchu, pedra, areia, etc, e que criou a empresa que mais gera empregos em Pacoti: Água Prisma da Serra.

 
Em 2011 reassentei 300 famílias no programa da refinaria do Pecém, junto com meus irmãos, Chistian e Aroldo Dárney, por meio do Instituto IDACE, ao qual prestamos consultoria através do Instituto DESENVOLVER.
 
Posso trazer para Pacoti projetos de agricultura familiar e cursos de capacitação para que os jovens ingressem de forma mais eficaz no mercado de trabalho. O que precisamos é de empreendedorismo que tire nosso Pacoti do ostracismo.
 
Tenho projeto de um festival literário escrito por mim. Pretendo melhorar a segurança pública de Pacoti, conseguindo um delegado e pelo menos mais uma ou duas viaturas policiais, conseguir maior policiamento para Pacoti; reabrir o Arquivo Público de Pacoti; implantar artes marciais como um opcional à Educação Física dentro das escolas municipais e fazer cumprir-se a lei que manda execução de uma aula de Histórica Local por semana no ensino médio.
 
É importante também que seja feito um melhor saneamento básico no nosso município e consertar as estradas de muitos locais.
 
Mas, a maior carência de Pacoti se chama trabalho e renda para que a nossa juventude não tenho que ser obrigada a ir para outros municípios em busca de trabalho. E para tanto posso trazer cursos de capacitação e projetos que abram o mercado de Pacoti.
 
É preciso que se elejam pessoas empreendedoras com a verdadeira coragem para mudar Pacoti para melhor! Por isso, dia 7 de outubro vote 13 777, pois eu, Aroldo Filho, historiador de Pacoti tenho honestidade e compromisso de fato para Pacoti.
 
Vote consciente! 13 777. Por que tenho como a visão empreendedora que Pacoti precisa e venho mostrando trabalho na área da cultura ainda como cidadão comum. Que o povo escolha com sabedoria.
 
Se você deseja um Pacoti realmente mais desenvolvido vote 13 777, Aroldo Filho para vereador.
Aroldo Filho
16/09/2012

terça-feira, 11 de setembro de 2012

UM POUCO DA TRAGETÓRIA DO HISTORIADOR AROLDO FILHO


UM POUCO DA TRAGETÓRIA DO HISTORIADOR AROLDO FILHO
 
Fiz parte da APAIP-Associação de Poetas e Artistas Independentes de Pacoti, ainda no ensino médio, 2002 a 2004, quando também despertei para a importância de um arquivo público e de um museu em Pacoti. Quando fiz parte também do jornal VISART, na escola Menezes Pimentel.
 
Comecei a executar o Projeto Semente, no 3° ano, quando fui líder de sala, em 2004, reunindo todos os líderes de sala da escola Menezes Pimentel. O primeiro projeto que escrevi para que se unisse escola e sociedade numa ação sociocultural para melhor contar a história de Pacoti, servindo de apoio ao projeto do livro didático de Pacoti de Rosimar Brito.
 
Tentei criar um grupo jovem de poetas chamado AJAS- Aliança dos Jovens Artistas, de 2004 a 2007. Título do meu primeiro blog em 2007, quando cursava faculdade de Administração na Faculdade Evolutivo em Fortaleza (2006-2007).
 
Em 2007 crie, junto com Cristiano Viana Silveira, o Jornal Delfos; que hoje é visto em 55 países, com 93 seguidores e unindo pessoas de vários Estados do Brasil. Realizei diversas entrevistas, também com pessoas de vários Estados. Destaco a entrevista com o jornalista Fábio Oliva , que é premiado nacionalmente por bravura e faz parte da ABRAJI- Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos, do jornal "Folha do Norte". Blog: http://jornaldelfos.blogspot.com
 
Sendo o Jornal Delfos, portanto, o jornal pacotiense de maior repercussão mundial; existindo em forma de site, blog e impressão. Também é o 1° jornal universitário de Pacoti. O blog passa atualmente de 140 mil acessos.
 
Em 2008, 2009 e 2010, lecionei nas escolas Menezes Pimentel e São Luís e crie, junto com Franciso Leví Jucá e com a Historiadora Rosimar Brito , a Associação Cultural SEMPRE, o Arquivo Público José Audísio de Sousa e a exposição histórica Pacoty: uma História em documentos.
 
O arquivo é o 1° no interior do Nordeste, logo, tem uma grande importância na história regional. A associação e a exposição foram acolhidas pela UECE por meio da Prof. Dr. Lúcia Helena Granjeiro, sendo, portanto, de importância histórica local também por estarem dentro de um campus experimental da Faculdade Estadual do Ceará em Pacoti.
 
Essas ações foram realizadas desde o meu primeiro dia de faculdade de História, e por causa de todas essas ações juntas é que hoje sou o 2° historiador pacotiense, e muito me orgulha que a 1ª historiadora pacotiense seja minha mãe, Rosimar Brito; que ganhou medalha de mérito legislativo em 2004.
 
Em 2011 trabalhei como pesquisador no IDACE- Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará, no Porto do Pecém.
 
Atualmente faço parte do Instituto Desenvolver.

Aroldo Filho
HISTORIADOR, Professor, Poeta, jornalista independente e blogueiro.
11/09/2012

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

122 ANOS DE PACOTI


“Não existem duas datas, gente! Possuo inúmeros documentos que comprovam este FATO! Pacoti não foi um município fundado! São exemplos de cidades fundadas: Salvador, Brasília, Nova Jaguaribara...
Pacoti surgiu do desenvolvimento do distrito de paz e policial de Pendência e emancipado em 02 de setembro de 1890, independentemente das duas supressões ocorridas (1900 e 1931) uma Lei Municipal do ano de 1949, da autoria do vereador Álvaro Sampaio tornou o 2 de setembro um feriado municipal, baseado no Decreto Estadual n° 56 de 02.09.1890 que criou a Vila de Pacoty.
Naquela época Vila era sinônimo de Município, já possuía prefeito e vereadores. Assim é em Fortaleza que já conta 284 anos desde a Vila de N. S. da Assunção de Fortaleza. O mais grave é que a até a década de 1980 se contava corretamente, na época do prefeito Valdeci Nunes. Mas por interpretações erradas das leis administrativas "engoliram" quase 50 anos de nossa história!
Desse jeito, até o Instituto Maria Imaculada (de 80 anos) é mais antigo que Pacoti!”
(por Levi Jucá, no Facebook)

Provamos isso na exposição histórica Pacoty, uma História em documentos, vista por mais de mil pessoas. exposta por 1 mês na antiga Galeria Raimundo Siebra E re-exposta por mais de um ano no CAMPUS EXPERIMENTAL DA UECE EM PACOTI, que acolheu também a nossa associação SEMPRE por meio da prof. Dr. Lúcia Helena Granjeiro (pró-reitora estadual dos campi de extensão da UECE)
Um projeto de 10 mil reais que passou no edital do BANCO DO NORDESTE.
Tenho um texto do seu Raimundo Leite Esmeraldo que comprova a real idade do nosso município, no jornal "Folha de Pacoti" e o mesmo texto no jornal "O povo".
Verdade comprovado pelos HISTORIADORES DE PACOTI Aroldo Filho e Rosimar Brito e pelo professor Francisco Levi Jucá Sales ( Levi Jucá).
Os 3 são criadores da lei que criou o Arquivo Municipal José Audísio de Sousa- o 1° ARQUIVO PÚBLICO DO INTERIOR DO NORDESTE-, da Associação Cultural SEMPRE- Segmento dos Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional da Serra de Baturité-, e da exposição histórica Pacoti: Uma História em documentos.

Aroldo Filho é também criador do JORNAL DELFOS-CE, que é visto em 54 países, com mais de 140 mil visitas; e é sócio do INSTITUTO DESENVOLVER, através do qual assessorou o INSTITUTO IDACE- Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará-, trabalhando como HISTORIADOR PESQUISADOR no Porto do Pecém.
Aroldo Filho
10/09/2012

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ARTES MARCIAIS EM SALA DE AULA


ARTES MARCIAIS EM SALA DE AULA 

No momento em que adotarmos as ARTES MARCIAIS como cultura a violência diminuirá em todos os campos sociais. Para tanto é necessário implantá-las como exporte recreativo dentro de cada escola municipal. E num futuro próximo teremos jovens bem mais seguros, sociáveis e saudáveis.

Será uma ação de resultado a médio e longo prazo na jornada por uma sociedade mais estruturada. Por que o importante é não somente melhorar a SEGURANÇA PÚBLICA do nosso município, com maior número de policiais, um delegado e mais viaturas, como também ensinar aos nossos cidadãos a se defender; o que servirá como uma medida complementar no caminho por uma sociedade muito mais segura.

AROLDO FILHO
HISTORIADOR, Literato, Professor, Blogueiro e Jornalista Independente.
Pacoti-Ceará, 07/09/2012