Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

O POVO TEM PODER

O POVO TEM PODER

Há muita falsidade na cidade
A liberdade se evade
Tristeza que invade
E a felicidade agora é só saudade

Em que rua se perdeu a sanidade?
Sanitarismo sem qualidade
Vigilância que não se ancora, barbaridade
Militância militar movendo a mortalidade

Facções ferindo com facilidade
Proposta, propensão, propriedade
A droga afoga a sociedade
De que lado você joga na verdade?

O Congresso é só regresso sem lealdade
A mídia é um monstro de imbecilidade
A maioria se vende sem necessidade
Mercadorias vazias, só vaidade

A economia rouba a privacidade
E a privatização diminui a escolaridade
Dados falsificados no Datafolha, irresponsabilidade
Veja que a Veja promove a irracionalidade

Rio Doce é só insalubridade
A Vale não vale a notoriedade
Coxinhas culpam o PT com irritabilidade
Cunha cunha crocodilagem com tamanha habilidade

Balas de borracha nas pernas da mocidade
Tocha apagada, linda contrariedade
Governo golpista sem credibilidade
O fascismo renova a sua idade

Questão de lateralidade
A esquerda grita fora Temer pela igualdade
Ministério de bandidos sem diversidade
Com ganância, truculência e tenacidade

Temos que lutar com toda a sagacidade
Por Dilma e por Lula, com disponibilidade
Nada a temer! Sem possibilidade!
O povo tem poder quando se faz unidade

A resistência pode mais sem ansiedade
É hora de darmos as mãos para vencer com irmandade
E ir à luta pelo voto e sua validade
Vetando esse impeachment de arbitrariedade

Aroldo Historiador
04/08/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário