segunda-feira, 30 de abril de 2018

MEU NOME É ENÉAS

https://www.facebook.com/AroldoHistoriador/videos/1244772445658307/
MEU NOME É ENÉAS

"Meu nome é Enéas", quem não lembra do jargão do homem que elegeu 10 deputados um pouco antes de morrer e que outrora não fora levado à sério, mas que tinha alguns momentos de extrema lucidez? 

Nem o Bolsonaro, que fala tanto em nióbio, sabe das reais preocupações de Enéas e sobre como realmente ele pensava. A direita não quer que você veja este vídeo, mas a gente posta assim mesmo.

Poeta da Democracia
30/04/2018

domingo, 29 de abril de 2018

TERRORISTAS ATIRANDO NO ACAMPAMENTO PRÓ LULA


TERRORISTAS ATIRANDO NO ACAMPAMENTO PRÓ LULA

Momento exato em que terroristas alvejam de balas o Acampamento Marisa Letícia em Curitiba. Não dá para ter noção de quantos tiros foram, são rajadas e mais rajadas de bala. 

Poeta da Democracia
29/04/2018

sábado, 28 de abril de 2018

SELEÇÃO BRASILEIRA ANTES DA ERA NEYMAR

SELEÇÃO BRASILEIRA ANTES DA ERA NEYMAR

Antes da era Neymar existiu uma seleção brasileira que jogava muito. "Velhos tempos, belos dias". Antes o Brasil só perdia de 7x1 na política, agora é até no futebol enquanto a democracia também já era... Enfim, recodem ou conheçam outras eras.

Poeta da Democracia
28/04/2018

DEFENDA A DEMOCRACIA


sexta-feira, 27 de abril de 2018

LULA LIVRE- BETH CARVALHO

LULA LIVRE- BETH CARVALHO 
"LULA LIVRE"
Intérprete: BETH CARVALHO 
Autor: Claudinho Guimarães

Pro Brasil andar pra frente
Vamos caminhar
Seja elo da corrente
Vamos caminhar
O povo quer
O povo decide
O povo diz
Nós queremos Lula
Andando livre no país

Ele une o país
Semeando amor
Esse povo tão sofrido
Trabalhador
A sua meta é ver o pobre
Com igualdade
Alimento, moradia
Vaga na universidade

GLOBO PASSANDO DIREITO DE RESPOSTA DE BRIZOLA

GLOBO PASSANDO DIREITO DE RESPOSTA DE BRIZOLA

Programa exibido em 15/03/1994. Cid Moreira lendo por ordem judicial responta de Bizola à Globo. Brizola era fogo e a Globo acho que podia com ele, mas achou errado.

Poeta da Democracia
27/08/2018

CORRUPTOS/O NADA SOBRE TUDO (Reggae)

CORRUPTOS - O NADA SOBRE TUDO 

Hidelbrando Ribeiro Neto, de Águas Vivas, Canta os Reggaes"Corruptos" & "O Nada Sobre Tudo" . 

Na introdução do Vídeo, temos Darcy Ribeiro falando sobre a elite do Brasil.

Edição: Jorge Azevedo.

Face do cantor:

quinta-feira, 26 de abril de 2018

TEMER GOLPISTA

TEMER GOLPISTA

"Michel Temer, um funcionário dos Estados Unidos como Presidente da República.

O jornalista Glenn Greenwald denuncia a ingerência dos Estados Unidos no afastamento (processo de impeachment) da Presidente Dilma Rousseff.

Neste vídeo, aproveito o tema e discorro dos arquivos de alguns golpes que comprovam a participação norte-americana. Selecionei apenas alguns exemplos, porque se fosse citar todos, teria que fazer um documentário, talvez uma série, afinal o histórico é longo."

Cibele Laura

ROBERTO DA MATTA 2: CARNAVAIS, MALANDROS E HERÓIS

ROBERTO DA MATTA 2: CARNAVAIS, MALANDROS E HERÓIS

Playlist: História, Brasilidade e Filosofia.

"Sociólogos, antropólogos, historiadores, economistas -- é grande a galeria dos intelectuais que vêm tentando formular uma interpretação para o Brasil. 

Gilberto Freyre, Luiz da Câmara Cascudo, Sérgio Buarque de Holanda, só para citar alguns, empenharam-se decisivamente neste campo. 

E cada um foi colocando um pequeno tijolo nesta catedral que ainda está longe, muito longe de ser concluída. Entre os contemporâneos, o antropólogo Roberto da Matta é reconhecido como um dos intelectuais que mais contribuíram para a interpretação do Brasil. 

No final dos anos 70, publicou o livro "Carnavais, Malandros e Heróis", com foco na festa carnavalesca, na malandragem, no clientelismo e no autoritarismo do velho "você sabe com quem está falando?"; aspectos até então negligenciados nos estudos antropológicos." 

Entrevista reproduzida em conformidade com os termos de uso autorizados pela TV Câmara -- Programa Personalidade.

No vídeo do bloco 3 de 3 -- O racismo no Brasil e as cotas para os negros nas universidades brasileiras - Timer 07:25.

ROBERTO DA MATTA (Niterói, 29 de julho de 1936) é um importante antropólogo brasileiro, além de também trabalhar como conferencista, professor universitário, consultor, colunista de jornal e produtor de TV.

FORMAÇÃO E CARREIRA

Graduado e licenciado em História pela Universidade Federal Fluminense (1959 e 1962). Da Matta possui curso de especialização em Antropologia Social do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1960); mestrado (Master in Arts) e doutorado (PhD) em 1969 e 1971 respectivamente pela Universidade Harvard. 

(...) É Professor Emérito da Universidade de Notre Dame, USA, onde ocupou a Cátedra Rev. Edmund Joyce, c.s.c., de Antropologia de 1987 a 2004. Atualmente é professor associado da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e da Universidade Federal Fluminense. 

Em 2001 recebeu a Ordem do Mérito do Rio Branco no grau de Comendador.

PESQUISAS, TRABALHOS E OBRAS

Realizou pesquisas Etnológicas entre os índios Gaviões e Apinayé. Foi pioneiro nos estudos de rituais e festivais em sociedades industriais, tendo investigado o Brasil como sociedade e sistema cultural por meio do carnaval, do futebol, da música, da comida, da cidadania, da mulher, da morte, do jogo do bicho e das categorias de tempo e espaço.

Considerado um dos grandes nomes das Ciências Sociais brasileiras, da Matta é autor de diversas obras de referência na Antropologia, Sociologia e Ciência Política, como "Carnavais, Malandros e Heróis", "A casa e a rua ou O que faz o Brasil, Brasil"(...)

INFLUÊNCIAS

Uma de suas grandes influências é o antropólogo estadunidense David Maybury-Lewis (grande especialista na etnia Xavante), a quem auxiliou durante seus estudos na Universidade de Harvard, entre as décadas de 60 e 70. Desde 1971, reside nos Estados Unidos.

SÍNTESE DE SEU PENSAMENTO

Estudioso do Brasil, de seus dilemas e de suas contradições, mas também de seu potencial e de suas soluções, da Matta não se afasta de seu país mesmo quando desenvolve outros temas. A comparação com o Brasil é inevitável em sua obra.

Da Matta revela o Brasil, os brasileiros e sua cultura através de suas festas populares, manifestações religiosas, literatura e arte, desfiles carnavalescos e paradas militares, leis e regras (quando respeitadas e quando desobedecidas), costumes e esportes. 

Daí surge um Brasil complexo, que não se submete a uma fórmula ou esquema único. Para da Matta, o Brasil é tão diversificado como diversificados são os rituais, conjunto de práticas consagradas pelo uso ou pelas normas, a que os brasileiros se entregam.

Todos esses temas são abordados em sua relação com duas espécies de sujeito, o indivíduo e a pessoa, e situados em dois tipos de espaço social, a casa e a rua.

A distinção entre indivíduo e pessoa é bem demarcada em seu original trabalho sobre a conhecida e ameaçadora pergunta: Você sabe com quem está falando?

Os seres humanos que se sentem autorizados a se dirigir dessa forma aos outros, colocam-se na posição de pessoas: são titulares de direito, são alguém no contexto social. 

Os seres humanos a quem tal pergunta é dirigida são, para as pessoas, meros indivíduos, mais um na multidão, um número.

A rua é o espaço público. Como é de todos, não é de ninguém, logo, tem-se ali um espaço hostil onde não valem as leis e os princípios éticos, a não ser sob a vigilância da autoridade. A convivência na rua depende de uma negociação constante, entre iguais e desiguais. 

A casa, considerada num sentido amplo, é o espaço privado por excelência, onde estão "os nossos", que devem ser protegidos e favorecidos, e aqui da Matta retoma e atualiza o conceito de "homem cordial" de Sérgio Buarque de Hollanda."

quarta-feira, 25 de abril de 2018

ROBERTO DA MATTA


ROBERTO DA MATTA 

Roberto Da Matta é um dos mais importantes cientistas do Brasil e também um antropólogo muito engraçado, ele analisa a sociedade brasileira contemporânea com muito humor e uma clareza que beira á clarividência. Há coisas que ele fala que talvez permaneçam para sempre atuais. 

Poeta da Democracia 
25/04/2018

FARSA A JATO 2

FARSA A JATO 2

Paulo Pimenta denuncia a farsa da Operação Farsa a Jato, também conhecida como "Lava Jato". Realmente é ridículo ter alguém usado mais de 1 milhão naquele apartamento, como diz a denúncia que o Moro aceitou sem a devida vistoria de averiguação.

Poeta da Democracia
25/04/2018

terça-feira, 24 de abril de 2018

FARSA A JATO

FARSA A JATO 

O MTST mostrou a farsa do triplex, quartos minúsculos, piscina minúscula, esse triplex mais parece uma AP de brinquedo. Detalhe, não existe elevador. Está claro que a tal "lava jato" é na verdade uma grande "FARSA A JATO" 

Poeta da Democracia
 24/04/2018

segunda-feira, 23 de abril de 2018

LEONARDO BOFF E NOBEL DA PAZ INDIGNADOS IMPEDIDOS DE VISITAR LULA

LEONARDO BOFF E NOBEL DA PAZ INDIGNADOS IMPEDIDOS DE VISITAR LULA 

Adolfo Pérez Esquivel, o argentino Nobel da Paz de 1980, veio o Brasil para visitar Lula, mas nem ele pode pode visitar o ex-presidente e fala indignado que o Brasil não está em um regime democrático e que vai indicar Lula para o Nobel 2018. 

Leonardo Boff, também se mostra muito triste e indignado por não poder visitar Lula. 


Poeta da Democracia 
23/04/2018

sexta-feira, 20 de abril de 2018

LULA LIVRE 2

LULA LIVRE 2


#Cleici gritou por mais de 54 milhões de pessoas, em claro em bom tom "#LulaLivre". É preciso de fato fazer justiça ao melhor presidente da História.
20/04/2018

quarta-feira, 18 de abril de 2018

LEONARDO BOFF ANALISANDO O GOLPE

LEONARDO BOFF ANALISANDO O GOLPE

Genézio Darci Boff, mais conhecido como Leonardo Boff, fazendo a análise do Golpe no Brasil e da elite brasileira, citando Darcy Ribeiro quando fala que o reacionários brasileiros são os mais reaças do mundo.

E, acima de tudo, em seu depoimento aborda que é preciso resistir e diz porquê.


Poeta da Democracia
18/04/2018

terça-feira, 17 de abril de 2018

6 a 5 ou 7 a 1?

6 a 5 ou 7 a 1?

Nem faz mais diferença na sentença, 6 a 5 ou 7 a 1, no fim o resultado para o país é o mesmo, nem adianta chamar por Alá, Krishna,Odin ou Ogum. 

Brasil ladeira a baixo, revolução não vem, então, ficamos com o golpe civil. É aguentar até que venha o novo golpe militar.

Poeta da Democracia
18/04/2018

BOLÍVIA NA ONU SOBRE ATAQUES DOS EUA À SÍRIA

BOLÍVIA NA ONU SOBRE ATAQUES DOS EUA À SÍRIA

Sacha Llorenti diz que os Estados Unidos se convertem em investigador, fiscal, juiz e carrasco e diz que houve uma violação gravíssima ao direito internacional e recorda que naquela mesma sala havia sido dito que havia armas de destruição em massa no Irã; no que resultou em uma invasão com 1 milhão de mortos e defende o multilateralismo.

Disse ainda que a carta das nações unidas tem que ser respeitada e que aquela carta proíbe as ações unilaterais

Poeta da Democracia
17/04/2018

sábado, 14 de abril de 2018

OLHOS FURADOS

http://aroldopacoti.blogspot.com.br/2018/04/olhos-furados.html
OLHOS FURADOS

Manifestoches viciados
Anacronismo deletério
Crônico
Podre
E sem critério
A comissão da Verdade
Foi parar no Cemitério
Estudantes e Professores
Seviciados sem mistério
Olhos furados
Arcanjo
Arderson
Marielle
Democratas censurados
Nas redes e nas ruas
Mulheres nuas seduzem
Enriquecendo mais
Cravando uma mentira
Trazida do cais
Com caviar e espumante
Todo fascista é amante do caos
De gráficos manipulados
Do arbítrio monetário
E do alheio erário
De quem é a mão que atira?
Bisneto de farroupilha
Desprezando os farrapos
Virando irmão dos ratos
Pato cuspindo no prato
As panelas caladas
Estão cheias de sangue
Da serra, do mangue
Do sertão e da favela
Ingratos!
Absolvem Aécio
Dória e Crivella
Mordem quem deu abrigo
Comida, saúde
Luz e educação
Alavancando a nação
A um grau nunca visto
Os traidores pedem
Ditadura militar
Prendem quem já passou
A vida inteira a lutar
Derrubam presidente honesta
Vendem o Brasil
Fazem festa
Com espumante e caviar
São infratores
Atores vis
Neste teatro macabro
Mas, na voz da resistência
A luta vive
Chega de tanta demência!
Lula livre!

Poeta da Democracia
14/04/2018

sexta-feira, 13 de abril de 2018

LULA LIVRE

LULA LIVRE

É sabido que todos os que lutam contra o sistema ou foram presos ou foram mortos. É a tragédia que se repete na História. 

E a História já existe para que nada seja repetido, a ciência que foi criada para que os mesmos erros do passado não se repitam, e para tanto é preciso que se estudo e se entenda o passado.

Temos que acordar para a vida política e aprender que a democracia é o melhor tipo de governo que se conseguiu até agora, mesmo que custe caro, mas custa muito mais caro não tê-la conosco.

Por isso, temos que gritar a plenos pulmões: Lula livre!

Golpistas, Devolvam a nossa Democracia!

Poeta da Democracia
14/04/2018

quinta-feira, 12 de abril de 2018

RETIRANTES

RETIRANTES

"Aponte o rifle para esse amarelo, que é desse povo que eu tenho medo." (Ariano Suassuna in O Auto da Compadecida)

Quando o muro separa uma ponte une
Se a vingança encara o remorso pune
Você vem me agarra, alguém vem me solta
Você vai na marra, ela um dia volta

E se a força é tua ela um dia é nossa
Olha o muro, olha a ponte, olhe o dia de ontem chegando
Que medo você tem de nós, olha aí

Você corta um verso, eu escrevo outro
Você me prende vivo, eu escapo morto

De repente olha eu de novo

Perturbando a paz, exigindo troco
Vamos por aí eu e meu cachorro
Olha um verso, olha o outro
Olha o velho, olha o moço chegando
Que medo você tem de nós, olha aí

O muro caiu, olha a ponte
Da liberdade guardiã
O braço do Cristo, horizonte
Abraça o dia de amanhã

Olha aí...
Olha aí...
Olha aí...

Composição: Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro 
Narrado por Marcell Mendonça
Retirantes - Portinari
Edição: Jorge Azevedo

terça-feira, 10 de abril de 2018

MEU SIM PRA DEMOCRACIA

MEU SIM PRA DEMOCRACIA

Poesia muito boa, sobretudo o final. Também quero um país sem golpistas e digo sim pra democracia e espero que ela não curte e ressuscitar. 

Ateu Poeta 
10/04/2018

domingo, 8 de abril de 2018

POLÍCIA ATIRA NOS MANIFESTANTES PRÓ LULA EM CURITIBA

https://www.facebook.com/esquerdaunificada/videos/889330507906625/
POLÍCIA ATIRA NOS MANIFESTANTES PRÓ LULA EM CURITIBA 
(Vídeo: Dani Braz, imagem: Jornalistas Livres

Polícia atira nos manifestantes pró Lula em Curitiba. Ontem (07/04/2018), por volta das 23 horas, Segundo a página dos "Jornalistas Livres", "o Juiz plantonista Ernani Mendes Silva Filho deferiu processo ajuizado pela Prefeitura Municipal de Curitiba que autoriza interdição de "movimentos e indivíduos" de transitarem na região da Polícia Federal em Curitiba e de montarem estruturas e acampamentos nas ruas e praças da cidade. 

Resultado foi um bombardeio violento e covarde contra apoiadores de Lula em frente às Polícia Federal, enquanto ala dos detratores do ex-presidente festeja e explode fogos de artifício sem qualquer consternação. "Essa decisão é um atentado ao Estado de Direito", analisa a jurista Rosângela de Souza.

Por volta das 23 horas, manifestantes sofrem ataque de bombas e gás de pimenta da Polícia Federal.(...)" 

Ateu Poeta 
08/04/2018

quinta-feira, 5 de abril de 2018

QUANDO SERÁ QUE A DEMOCRACIA VOLTARÁ?

QUANDO SERÁ QUE A DEMOCRACIA VOLTARÁ?

Crônica jornalística sobre ameaça de Golpe Militar no Brasil que militares fizeram caso o pedido de habeas corpus do Lula fosse aceito. O que seria "um golpe dentro do golpe", como várias figuras de esquerda já falam faz tempo.

Ateu Poeta

terça-feira, 3 de abril de 2018

PSDB

PSDB 

PSBD como sempre envolvido em esquemas escusos, não há muito mais o que dizer, ouçam os áudios.

Ateu Poeta
03/04/3018

segunda-feira, 2 de abril de 2018

VOCÊ ESTUDOU HISTÓRIA DO BRASIL?


VOCÊ ESTUDOU HISTÓRIA DO BRASIL?

Consertando um texto interessante que chegou a mim, acabei aprendendo mais algumas coisas, mas notando alguns erros no conteúdo, resolvi consertá-lo e ampliá-lo, porque mais importante do que a própria militância é sempre passar informações corretas e agora o texto também serve de estudos para a disciplina de História.

Bons estudos!


O Brasil já teve:

7 CONSTITUIÇÕES FEDERAIS
1824
1891
1934
1937
1946
1967
1988

11 MOEDAS

"(...) 1500 – Tostão

Ao chegar ao Brasil, os portugueses encontram cerca de 3 milhões de índios vivendo em economia de subsistência. Já os colonizadores usam moedas de cobre e ouro, que têm diversos nomes de acordo com a origem: tostão, português, cruzado, vintém e são-vicente.

Século 16 – Jimbo e réis

A pequena concha era usada como moeda no Congo e em Angola. Chegando ao Brasil, os escravos a encontram no litoral da Bahia e mantêm a tradição. Desde o descobrimento, porém, a moeda mais usada é o real português, mais conhecido em seu plural “réis”, que valeu até 1942.

1614 – Açúcar

Por ordem do governador do Rio de Janeiro, Constantino Menelau, o açúcar é aceito como moeda oficial no Brasil. De acordo com a lei, comerciantes eram obrigados a aceitar o produto para pagar compras.

1695 – Cara e coroa

A Casa da Moeda do Brasil, inaugurada na Bahia um ano antes, cunha suas primeiras moedas de ouro. Em 1727, surgem as primeiras moedas brasileiras com a figura do governante de um lado e as armas do reino do outro, conforme a tradição européia. Os termos “cara” e “coroa” vêm daí.

1942 – Cruzeiro

Na primeira troca de moeda do Brasil, os réis são substituídos pelo cruzeiro durante o governo de Getúlio Vargas. Mil réis passam a valer 1 cruzeiro; é o primeiro corte de três zeros da história monetária do país. É aí que surge também o centavo.

1967 – Cruzeiro novo

O cruzeiro novo é criado para substituir o cruzeiro, que levou outro corte de três zeros. Mais uma vez, isso ocorre por causa da desvalorização da moeda. Para adaptar as antigas cédulas que estavam em circulação, o governo manda carimbá-las.

1970 – Cruzeiro

A moeda troca de nome e volta a se chamar cruzeiro. Dessa vez, porém, só muda o nome, mas não o valor. Ou seja, 1 cruzeiro novo vale 1 cruzeiro.

1986 – Cruzado

Por causa da inflação, que alcança 200% ao ano, o governo de José Sarney lança o cruzado. Mil cruzeiros passam a valer 1 cruzado em fevereiro deste ano. No fim do ano, os preços seriam congelados, assim como os salários dos brasileiros.

1989 – Cruzado novo

Por causa de inflação de 1000% ao ano, ocorre uma nova troca de moeda. O cruzado perde três zeros e vira cruzado novo. A mudança é decorrência de um plano econômico chamado Plano Verão, elaborado pelo então ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega.

1990 – Cruzeiro

O cruzado novo volta a se chamar cruzeiro, durante o governo de Fernando Collor de Mello. O mesmo plano econômico decreta o bloqueio das cadernetas de poupança e das contas correntes de todos os cidadãos brasileiros por 18 meses.

1993 – Cruzeiro real

No governo de Itamar Franco, com Fernando Henrique Cardoso como ministro da Fazenda, o cruzeiro sofre outro corte de três zeros e vira cruzeiro real. No fim do ano, o ministro cria um indexador único, a unidade real de valor (URV).

1994 – Real

Após uma inflação de 3700% em 11 meses de existência do cruzeiro real, entra em vigor a Unidade Real de Valor (URV). Em julho, a URV, equivalendo a 2750 cruzeiros reais, passa a valer 1 real. (...)" 


6 CONGRESSOS FECHADOS
1891
1930 - 34
1937 - 46
1966
1968 - 69
1977

7 GOLPES DE ESTADO
1889
1930 - 34
1937 - 45
1945
1955
1964 - 85
2016.

UM PLEBISCITO IGNORADO

Venda de armas: 2005

13 PRESIDENTES QUE NÃO CONCLUÍRAM O MANDATO

Deodoro: 1891
Afonso Penha: 1909
Rodrigues Alves: 1918
Washington Luís: 1930
Júlio Prestes: 1930
Vargas: 1945 e 1954
Carlos Luz: 1955
Jânio Quadros: 1961
João Goulart: 1964
Costa e Silva: 1969
Tancredo Neves: 1985
Collor: 1992
Dilma: 2016

31 NÃO-ELEITOS NA PRESIDÊNCIA  (também considerando posse de interinos)

Deodoro: 1889*
Floriano Peixoto: 1891*
Prudente: 1894*
Campos Sales: 1898*
Rodrigues Alves: 1902*
Afonso Penha: 1906*
Nilo Peçanha: 1909*
Fonseca: 1910*
Venceslau: 1914*
Rodrigues Alves: 1918*
Delfim Moreira: 1918*
Epitácio: 1919*
Arthur: 1922*
Washington Luis: 1926*
Júlio Prestes: 1930*
Vargas: 1930
José Linhares: 1945
Café Filho: 1954
Carlos Luz: 1955
Nereu Ramos: 1955
Ranieri Mazilli: 1961
João Goulart: 1961
Castelo Branco: 1964
Costa e Silva: 1967
Médici: 1969
Geisel: 1974
Figueiredo: 1979
Tancredo Neves: 1985
José Sarney: 1985
Itamar Franco: 1992
Michel Temer: 2016
*Presidentes do Período da República Velha marcado pelas fraudes eleitorais e o coronelismo.

32 REVOLTAS E GUERRILHAS

Guerra dos Bárbaros: 1683-1713
Revolução Pernambucana: 1817
Confederação do Equador: 1824
Golpe Republicano: 1889
Primeira Revolta de Boa Vista: 1892-1894
Revolta da Armada: 1891-1894
Revolução Federalista: 1893-1895
Revolta de Canudos: 1893-1897
República de Curani: 1895-1900
Revolução Acreana: 1898-1903
Revolta da Vacina: 1904
Segunda Revolta de Boa Vista: 1907-1909
Revolta da Chibata: 1910
Guerra do Contestado: 1912-1916
Sedição de Juazeiro: 1914
Greves Operárias: 1917-1919
Levante Sertanejo: 1919-1930
Revolta dos Dezoito do Forte: 1922
Revolução Libertadora: 1923
Coluna Prestes: 1923-1925
Revolta Paulista: 1924
Revolta de Princesa: 1930
Revolução Constitucionalista: 1932
Revolta Mineira: 1935-1936
Intentona Comunista: 1935
Caldeirão de Santa Cruz do Deserto: 1937
Revolta das Barcas: 1959
Regime Militar: 1964
Luta Armada: 1965-1972
Guerrilha de Três Passos: 1965
Guerrilha do Caparaó: 1967
Guerrilha do Araguaia: 1967-1974
Revolta dos Perdidos: 1976

Aroldo Filho Historiador
02/04/2018
Leia mais:















https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolução_de_1930 (este nome consta errado, é, Golpe de 30 não existe "Revolução de 30")