sábado, 14 de abril de 2018

OLHOS FURADOS

http://aroldopacoti.blogspot.com.br/2018/04/olhos-furados.html
OLHOS FURADOS

Manifestoches viciados
Anacronismo deletério
Crônico
Podre
E sem critério
A comissão da Verdade
Foi parar no Cemitério
Estudantes e Professores
Seviciados sem mistério
Olhos furados
Arcanjo
Arderson
Marielle
Democratas censurados
Nas redes e nas ruas
Mulheres nuas seduzem
Enriquecendo mais
Cravando uma mentira
Trazida do cais
Com caviar e espumante
Todo fascista é amante do caos
De gráficos manipulados
Do arbítrio monetário
E do alheio erário
De quem é a mão que atira?
Bisneto de farroupilha
Desprezando os farrapos
Virando irmão dos ratos
Pato cuspindo no prato
As panelas caladas
Estão cheias de sangue
Da serra, do mangue
Do sertão e da favela
Ingratos!
Absolvem Aécio
Dória e Crivella
Mordem quem deu abrigo
Comida, saúde
Luz e educação
Alavancando a nação
A um grau nunca visto
Os traidores pedem
Ditadura militar
Prendem quem já passou
A vida inteira a lutar
Derrubam presidente honesta
Vendem o Brasil
Fazem festa
Com espumante e caviar
São infratores
Atores vis
Neste teatro macabro
Mas, na voz da resistência
A luta vive
Chega de tanta demência!
Lula livre!

Poeta da Democracia
14/04/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário